quarta-feira, 6 de novembro de 2013

A luz mais alta

Não consigo esquecer
A luz azul na noite escura
O farol a brilhar no oceano
Em meio a pedras e ondas brutais
É como minha alma em prantos
A solidão como a companheira [interior]
A luz que vela a escuridão
E sinaliza que em algum lugar
Pode existir vida
Um barco perdido
Uma canção soprada
Os ventos nas vagas
A força da dor

O sonho:

Eu quis proteger-te
Mas nunca consegui
Joguei-me contigo
Mas fiquei aqui

O quarto sofrido
Os sapatos inseguros
A ausência de amizade

A prova de História / O seu olhar encantador
A marca da tristeza
de nunca poder sair

Retorno encantadamente
aos meus vestidos e sapatos
ao abraço eterno do amigo
ao canto escuro de mim.
Ellen Augusta


Um comentário:

  1. Vai passar Ellen...Toda esta dor,vai se transformar em saudade e todo o medo de não poder fazer mais e mais,vai se transformar e convicção de que você fez o melhor.....
    E uma Tempestade...Vai molhar a Terra duramente,com ventos que deixarão as flores do jardim cansadas,esgotadas e caidas.....Mas aos poucos a chuva termina de lavar a Terra e o Sol volta a brilhar....No inicio fraquinho,aos pouquinhos...Dia sim...Dia não....Até que finalmente ele vem e esquenta,conforta e cura....
    Bjus
    Deusa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...