sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Por que eu não posso correr pelada?

Mulheres que correm com sua nudez
Por Ellen Augusta Valer de Freitas.
publicado no blog Hipocondria da Antipolìtica News http://hipocondriaantipol.wix.com
No Brasil, tudo o que se refere à nudez feminina vem carregado de uma malícia bruta, tarada, masculinizada. As mulheres remam para o mesmo lado, dando força aos homens.
Os últimos protestos de mulheres correndo solitárias pelas ruas da cidade têm provocado as reações mais óbvias possíveis.
Os profissionais de saúde ouvidos em meios de comunicação foram patéticos ao chamarem as pessoas de doentes e até de imorais.
Apenas corroboram o quanto a mídia pode ser fraca ao propagar uma moralidade baixa, carregada de desinformação.
Se é uma propaganda e se há um carro esperando lá na esquina para pegar a mulher, que mal tem? Quantos protestos nosso coletivo fez e no final do dia peganos um táxi ou carona para levar nossas coisas... que mal tem nisso?

Quando os ciclistas de Porto Alegre se reuniram pelados para protestar, poucos foram os que criticaram nas redes sociais. Hoje, ser ciclista bonitinho está na moda. Mas quando ter bicicleta era coisa de louco, a coisa era bem diferente.

As pessoas se calam quando algo está na moda. Mas por que uma mulher não pode exercer seu direito ao protesto individual, da maneira que bem entender?
As suas razões, neste caso, não importam. O que incomoda as pessoas é o fato de seus pêlos pubianos aparecerem. Sim, pois seios todos estão acostumados a ver na TV, até mesmo nos protestos feministas. Mas os velados pêlos são notóriamente alvo de medo, um tabu até mesmo das minhas companheiras mulheres. Não é revoltante?
Deborah de Robertis, en plena 'performance' frente al cuadro 'El origen del mundo', de Courbet.
Então leia esta: este ano um quadro da britânica Leena McCall foi censurado, e não foi o primeiro caso, por causa de seus pêlos à mostra, enquanto que cenas de sexo, violência contra animais e outras imagens do calibre são aceitas e, por que não, elogiadas por pessoas com aquela 'cara de entendido'.

Na causa animal, há muito tempo na Europa os protestos com nudez são usados e muito bem, para chocar e chamar a atenção. A maldade pode estar estampada nos olhos de algum maldoso ou maldosa, mas o geral é mesmo o choque, o objetivo é a agenda midiática desta ação.

Aqui neste país de moralistas, onde o sexo é praticado mas escamoteado, onde há abuso de crianças e de animais, a coisa é diferente. Eu temo pela segurança dessas mulheres que saem sozinhas, neste país de violência descarada. Mulheres debocham de nossas companheiras que querem protestar - não importam suas motivações, querem sair correndo, se mostrar, mostrar o que têm a dizer, com seus corpos, sim, mas algo dizem. Talvez digam que essa sociedade ainda precisa amadurecer e se ligar para a realidade de que nem tudo é sexo, e de que um corpo feminino é realmente poderoso, é um alvo. Um fascinante alvo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...