terça-feira, 29 de maio de 2018

Amizade com prazo de validade

Tenho percebido a cada dia que a amizade é algo raro e precioso. Considero que ser amigo é como um investimento que se faz em outra pessoa. Estamos no mundo com outros e a amizade é um laço que se escolhe de bom grado, não somos obrigados a ser amigos de ninguém, a amizade é um presente que se forma entre duas pessoas, de livre vontade, e deve ser preservado, mantido, cuidado, como qualquer outro relacionamento.
Como tenho visto mulheres que investem tanto em um relacionamento com o sexo oposto, por exemplo, mas não conseguem investir nem um pouco do seu tempo em preservar amigos ao seu redor.

Como tenho visto homens que apenas se aproximam do sexo oposto para fins de qualquer coisa que não seja amizade. É o que eu chamo de homem clichê, o que faz exatamente o que todos fazem, mas pensa que só ele faz e que nenhuma mulher percebe o comportamento normótico dele.

Há também pessoas difíceis, muito solitárias, a que a solidão em excesso lhes tirou quase toda a possibilidade de saber como lidar com outros, como ser um bom amigo e manter uma amizade duradoura.
A esse tipo de pessoa, quando as encontro, sempre penso que esta amizade tem prazo de validade. Pois assim como ela age com as pessoas ao redor, expulsando todos de sua volta, da mesma forma irá acontecer comigo, mais cedo ou mais tarde.
Há aqueles amigos que torcem contra sua felicidade. Isso mesmo, já me aconteceu. A pessoa é muito sua amiga enquanto você está sem dinheiro, está sem namorado ou em qualquer outra situação. Ao ver que você melhora, fica melhor consigo mesmo, encontra um companheiro, um bom trabalho, ou alcança boas notas, qualquer dessas coisas, deixa esse "amigo" muito furioso com você.
É porque para muitos é difícil lidar com o sucesso alheio, pois isso coloca o outro em reflexo com o que você mesmo é. Para ver o outro feliz e se sentir feliz assim mesmo, é preciso ter um desprendimento de si mesmo, e isto é o que torna a amizade algo tão especial.
Eu sei que tenho meus defeitos, meus problemas, sei que meus amigos também não são perfeitos, mas estamos aí no mundo e podemos nos dar bem acima de qualquer coisa. E ver o outro feliz e se sentir feliz com isso é algo muito superior, é nobre e denota alguém de bom coração.
A amizade sempre foi um tema de estudo para mim. Algo que sempre levei a sério, tão à sério quanto um casamento (já fui casada) e namoro (já namorei muito em minha vida). Essa coisa que eu levo a sério, a amizade, percebo que na cabeça de muitas pessoas, não há tanta seriedade nesse item.
A amizade é apenas algo que ocorre fortuitamente, se desfaz por qualquer tipo de diferença, até mesmo porque o curso acabou, as aulas terminaram, a época de sair solteira findou.
Não consigo entender por que as pessoas se tratam como coisas utilizáveis, por que não pensam que a amizade é algo que se bem cuidada, pode ser algo bom e duradouro.
O valor de uma amizade vai muito além de ter alguém com quem contar problemas momentâneos, crises de ansiedade, paqueras perdidas ou parceria para sair.
Para quem já vive sozinho, para quem não tem mais familiares, um amigo significa um companheiro com quem conversar, dividir emoções, conhecer novas coisas. Para quem é adolescente, a amizade é praticamente tudo, nos tira daquela ilha que é o núcleo familiar, nos coloca em contato com o mundo.
E para mim, a amizade quando eu era adolescente simplesmente me salvou de muita coisa, as quais prefiro nem mesmo comentar.
Amigos são espelhos, do que temos de bonito, eles nos ajudam a vernos como realmente somos, e muitas vezes o que vemos em nós mesmos pode não ser bom, mas é aos amigos que devemos esta possibilidade. Quem vive fechado em seu mundinho, não enxerga nada. Só vê aquilo que quer ver.
Ser solitário e viver sozinho pode ser muito bom, mas é preciso ter muita inteligência para não se tornar um adulto chato e ranzinza, rançozo com tudo ao redor, porque não é o modo dele de ser.
O contato com outros, por mais difícil que às vezes possa ser, nos coloca em contato conosco mesmo.
E é por isso que entendo quando surge a inveja, o preconceito e a intolerância em algumas pessoas. Elas estão entrando em contato com o que possuem dentro de si. Não podem ver a felicidade dos outros que este lado aflora. A mim só resta uma coisa, agradecer a Deus de me livrar desse tipo de pessoa, que está ao seu lado e torce contra você.
Para descobrir este tipo de pessoa assim como para descobrir qualquer coisa nesta vida: observe o seu comportamento.
Preste bem a atenção em quem sempre tem um inimigo, quem vive falando mal dos outros para você hoje, amanhã fará a mesma coisa quando chegar a sua vez. Olhe com cautela para quem vive metido em fofocas e se aproxima de você sem mesmo perguntar se estás bem, mas para sacar algum tipo de informação. Quando você não for mais útil, não estiver mais na moda ou quando qualquer crise aparecer, não se preocupe que chegará a sua vez de ser o alvo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...