sábado, 22 de agosto de 2015

Animus e Anima

Ele me assombra todas as noites.
Como vingança
Sou o peso morto
Não sobre seu coração
Este eu já conquistei
}desde hace mucho{
Mas abraço sua alma inteira
sou um anjo assombrado por teus sonhos.
Minha alma está em silêncio
aí, em algum canto de ti!

Ellen Augusta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...