quinta-feira, 2 de julho de 2015

Minha pata de vaquinha


Estas sapatilhas lindas eu ganhei de aniversário da minha amiga. São formosas, quase dá pena de usar. Mas uso, experimento, não dá para tudo guardar! Já me basta os tantos medos que me guardam....
 Pois depois de ter perdido meio mundo de fotografias digitais, encontrei estas, que já estavam ali, prontinhas para quem sabe serem postadas, ou não, neste blog. Eram apenas ensaios, depois da noite do meu aniversário;.
Uma noite em que chamei meus amigos, para comemorar um dia.
 E é uma sapatilha em forma de meia, com um solado de borracha, super confortável. Só pode usar em casa, e sentir o chão, sem aquela coisa chata de andar de sapato ou chinelo em casa.

Sapato, só se for um bem alto para sensualizar... ;) Aí eu uso mesmo, bota, sandália e sapato dos mais lindos, mas tenho um de cada e só. E uma sandália alta transparente linda que não me desfaço jamais.
Por que eu adoro tênis para o dia à dia, e em casa, no Verão, costumo andar de pés descalços, não gosto dessa coisa de entrar com calçados da rua dentro de casa. E todo mundo sabe que é por causa dos gatos. Meus amados que nada tem a ver com as coisas da rua. Mas também é por causa da sujeira que entra pela casa toda. Tem gente que, se deixar sobe até em cima da cama com calçado... mas cada um com suas manias...
Eu adoro pés, tem homens que tem fetiche por pés. Eu não tenho é paciência para ir a salão de beleza fazer as unhas e tal. Mas às vezes é preciso para que fiquem bonitos.
Uma coisa que não tenho mesmo é neura com sapatos. Tem muita mulher que coleciona. Eu descoleciono, quanto menos melhor, aliás, minhas botinas, botas e outras coisas, quando me tornei vegana, foram para brechó beneficentes para animais. E depois disso nunca mais.

Só se um dia eu desobedecer, e encontrar algo vegano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...