terça-feira, 16 de junho de 2015

La Pascualita, a eterna noiva mexicana

La Pascualita ou Chonita é considerada A Noiva mais bonita de Chihuahua!

Estes dois meses, maio e junho, são meses considerados especiais para noivas e namorados. Também maio é o mês em que os mortos se encontram com os vivos, segundo algumas tradições, e junho é o mês do Inverno.

Por isso deixei para agora este assunto que uma amiga me enviou a muito tempo, a lenda da noiva embalsamada, que vive em uma vitrine da loja mais antiga do centro histórico de Chihuahua, no México. Sempre o México, este povo que está definitivamente preso à morte! Por isso os quero tanto!

Esta lenda era alimentada pela dona da loja, mãe de Pascualita, que não desmentiu os boatos de que teria sua filha morrido no dia de seu casamento por uma picada de escorpião, e dilacerada pela dor, a embalsamara para tê-la para sempre em sua loja. Mas com o tempo revelou que se tratava de um manequim de cera com cabelos, sombrancelhas e cílios naturais. A dona da loja inclusive dava banho na manequim com xampu, por conta de seus atributos naturais implantados. Por isso mesmo até a polícia um dia investigou o caso.
Mesmo assim, quem se convence?

Quando chegou à vitrine, a manequim era tão real que logo atraiu a atenção das pessoas, dizem que ela se movimenta à noite, chora, e sorri para as pessoas nas ruas. Tendo acontecido até, um caso em que Pascualita salvou uma moça de um cara que iria violentá-la, quando a jovem gritou: "Pascualita, ajuda-me!" E o homem se afastou dela.
As mulheres quando vão se casar, querem escolher o modelo de vestido que Pascualita está vestindo, pois assim creem que ela está escolhendo o que lhes dará sorte na vida de casada que terão.
E, como não pensar que este é um arquétipo feminino em que as mulheres se inspiram, na falta de modelos reais, em quem confiar?
Não se tem quase nada de real, em quem se inspirar. Aquelas mulheres jovens, olham para os lados e veem o que?
As suas mães e antepassadas com seus casamentos aos farrapos, sozinhas? As suas amigas colocando-as para baixo? Sumindo aos poucos assim que arrumam machos para casar? Elas possuem poucos e fracos símbolos femininos e sobra o que para essas meninas e mulheres mexicanas?
Uma manequim fantasma?
E será que é isso mesmo?

O povo mexicano é maravilhosamente crente em coisas sobrenaturais, eles veneram o feminino de uma forma peculiar, diferente de tudo que eu já vi, ou quis ver. Diferente de tantas culturas que veneram o masculino e ficam só nisso.

Vestem a morte de noiva:
La Santissima Muerte
Veneram a morte, as Catrinas, fazem festa aos defuntos, no meio da rua, misturam catolicismo com as venerações do feminino, sem medo, não estão nem aí. É um povo sofrido que perde a vida todos os dias, sabem a morte como ninguém, sendo amarga ou doce.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...