terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Viração Noturna

Música do grupo Videogames Sem Controle para a poesia de Maria Helena Sleutjes


Leia o poema de Maria Helena Sleutjes

VIRAÇÃO NOTURNA

[ La terre mord son destin. Je suis sur le toit. Tu n'y viendras plus. Paul Elouard]

Brisa do mar

brilhos de lua

viração noturna.

Mais uma vez

descreio do amor

e como a noite escura

fecho os olhos

para os sonhos.

Viração noturna

revirando a vida.
Sobre os telhados,

invisível,

o silêncio ronda.

Recolho

pequenas estrelas

caídas,

hastes de flores

pendidas,

pingos de chuva…

Mas

todas as festas do sol

sobre o oceano

estão perdidas!

Um comentário:

  1. Que é isto? Que é isto? Pergunta o meu sentir meio tonto. Preciso parar para respirar! Algumas coisas são realmente sensacionais pela emoção que nos provocam. Obrigada, querida Ellen, querido Márcio, queridíssimos do Vídeo Game Sem Controle por estarem inseridos na minha vida! Beijo grande, de 1000 km de extensão.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...