sábado, 8 de novembro de 2014

Ajude o meu blog Desobediência Vegana

"Trabalho em cartório, mas sou escritor. Perdi minha pena, não sei qual foi o mês." Raul Seixas
Meus botões de pedir grana já estão prontos. E hoje vou contar uma história, que como tantas, são o motivo, o único motivo que me obriga a escrever: a revolta. A existência, descobri antes mesmo de saber que existia Émile Cioran, para mim é algo revoltante!
Uma história de suicídio, contada por alguém, sobre outra pessoa, que eu nunca vi. Isso já basta, para provocar em mim, um furacão de palavras. Foi apenas uma cena. O rapaz, empurrando seu pai, em uma cadeira de rodas. Ele tinha um problema. E cometeu suicídio.
Somente essa cena me fez derramar os rios de solidão que haviam dentro de mim e que ninguém imagina o quanto são tristes.
Uma cena, é um instante, não vivi. Não sei que pessoas são. Pensei. Se eu, assim mesmo como sou, já pensei em zarpar dessa umas vinte mil vezes, sinto compaixão por alguém, por essa cena, que se apresentou diante de mim. E que a sociedade finge que não existe, pois vive com o olho e o dedo em outro lugar.
No minuto seguinte estava rindo e comendo. Sou assim. Minhas trevas não impedem a serenidade. Nem a alegria.
Chorei à luz do dia. A dor não pode ser motivo de vergonha. Meus cinco ou seis leitores sabem que eu escrevo sobre dores, infantilidades, decoração ou meus brinquedos do Chaves e sobre muito mais, além. Pois é isso mesmo o que sei oferecer. Estou aprendendo. A inspiração, vem de séculos de escritores, que amo e admiro. Mas não me iludo de que me pareço com eles.
Quando criança, desenhava. As palavras hoje sangram de meus dedos e desenham o mundo, tomaram o lugar das imagens. O olho é o instantâneo choroso, o suicídio do objeto que eu não vi, mas vivenciei, pois aconteceu também em mim. Por isso é que sigo aqui e, por hora, ainda não parti, junto com o fato em si. O que sobrou foi a caneta, lápis, dedos no teclado - a dor da lembrança do que precisa sair em forma de -escrita.

Doe qualquer quantia clicando no botão doar:



Doe por um ano, o valor de 1,99 por mês, clicando no botão assinar:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...