sábado, 29 de novembro de 2014

A interface de Chespirito e os atores de Chaves com os fãs

O jornaleco famoso local, não publicou uma linha na capa de domingo sobre a morte de Roberto Gómez Bolaños, Chespirito. Alguns veículos midiáticos procuraram ignorar o que a Internet estampava em todo o lugar. O assombroso número de fãs de Chaves.
Silvio Santos foi genial quando trouxe o seriado para o Brasil. Observador que era, percebeu o sucesso total nos Estados Unidos. Todo fã é grato a ele e seu canal SBT pela vinda de Chaves ao país.
Amo as frases de Chespirito.
A Internet é o meio mais democrático que existe. Aqui não tem censura. Não há como tapar o sol com a peneira. É impossível disfarçar. Enquanto alguns invejosos ficavam comparando o ídolo mexicano com algum ator brasileiro, como se fosse o caso, milhares de pessoas pensavam na morte de Bolaños.
Mesmo que os jornais e a TV disfarçasse, sob pena de fazer propaganda para a emissora rival, na Internet, onde a liberdade impera e não há o controle da comunicação, todos expressaram o seu coração.
Eu escrevi um artigo sobre as referências aos animais nos episódios de Chaves/Chapolin, para a ANDA - Agência de Notícias de Direitos Animais, onde tenho minha coluna.
Chama-se: O herói da América Latina e nossas fragilidades leia abaixo:
Mandei para Rúben Aguirre pelo Twitter. Ele me respondeu!



O perfil oficial de Ruben Aguirre: https://twitter.com/jirafalesruben
Conheci o Kiko em show aqui em Porto Alegre, graças a uma amiga que me conseguiu ingressos, fiz foto com ele, o abracei, o que considerei especial.
Depois em sorteio pelo Facebook, ganhei uma camiseta autografada pelo Kiko, do Forum Chaves.
 Chegando no local do show em Porto Alegre - foto Marcio de Almeida Bueno
 Chegando no local do show em Porto Alegre - foto Marcio de Almeida Bueno
Depois do show, na hora da foto. O mais emocionante foi poder abraçar ele e dizer o quanto o admirava.
Kiko com o seu dublador, ele estava no show.
 Kiko, na época em que fez shows no país, foi condecorado Embaixador da Copa do Mundo aqui em Porto Alegre. Mas o chato é que nos dias da Copa ele não foi convidado, não enviaram sequer uma passagem ou um convite. Eu até tentei fazer alguma mobilização, achei que outros fãs pudessem se engajar, pois se ele estivesse aqui, passearia pelo país todo, mas não foi além. Quem esteve no Brasil em época de Copa foi Edgar Vivar, mas este ainda eu não conheço pessoalmente.

Kiko disse em seu show, com os olhos cheios de lágrimas, que todos nós somos responsáveis na vida dele, por ele comer, pelos filhos dele terem o que comer. Isso em espanhol significa, sustentar sua vida e família. Mas acho que em português também fica bem claro!
Chiquinha também agradeceu, chorou, se emocionou com os fãs.
O curioso disso tudo, é que eles estão velhos, ainda trabalham e todas as vezes ficam emocionados. Choram muito. E é emocionante. Quando eu vi Kiko pela primeira vez, não sei o que aconteceu, acho que me senti uma criança mesmo. Com a Chiquinha foi a mesma coisa. Mas com o Kiko foi mais, acho que por ser a primeira vez, e por admirar muito ele.

Conheci A Maria Antonieta de Las Nieves aqui em Porto Alegre, subi no palco com ela. Ela é realmente baixinha!
fiz esta foto bem pertinho dela, estava em cima do palco, junto com outros fãs.
fiz esta foto bem pertinho dela, estava em cima do palco, junto com outros fãs.
O mais legal de tudo isso, é que antigamente, os nossos heróis eram mortos. Os autores, os escritores, todos mortos. A maior parte, infelizmente até hoje é assim, morre pobre, sem reconhecimento. Depois é que são reconhecidos, e o pior, tem gente que ainda lucra com isso.
Só que no caso de Chespirito e sua turma, todos puderam saber que seus fãs os amavam muito. Eles sabiam disso e reconheceram. Retribuem o carinho dos fãs. Sua obra permanece há mais de 40 anos sendo vista em todos os continentes, isso é assombroso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...