quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Continuação decoração

Existe uma busca natural por fórmulas e estamos sempre dentro de uma rigidez, que nos dita regras e nos coloca dentro de padrões.
Pois a decoração de nossa casa, seja ela própria, alugada, barraco ou mansão, é o lugar ideal para treinar o desapego de toda essa lorota que nos ensinaram!
Aprenda a não ligar!
Faça do seu jeito e não se importe!
Não existe mais regra. A casa não tem que ser clean e nem precisa ser cheia de bagulhos. Ela é sua e de quem vive consigo.
Essas toalhinhas são restos de camisetas vendidas no mercado público a 2 pila. Adorei! Podem servir para pano de limpeza e guardanapo.
Usarei no banheiro também, para secar a bancada e o piso.

 Essas toalhas comprei na praia, são vendidas como pano de limpeza, mas são toalhas fofas! Ah, eu uso como toalhas, pelo menos até onde me der na telha... e as minhas velhas vão para pano de limpeza.
 Incensos orientais.
Gosto de usar o sincretismo na decoração. Mas só de vez em quando para não exagerar. Essas são algumas coisinhas da minha mãe, outras não. A casinha era de quando ela era vendedora da Avon. Mil saudades.
Adoro essas revistas da Cath Kidston. Como já li umas mil vezes, guardo e depois torno a vê-las novamente, por isso deixo-as decorando pela sala, depois guardo para não enjoar. O catálogo rosa é uma programação cultural da Caixa Geral de Depósitos de Portugal, eu recebo sempre.
 Essa santinha era da minha mãe, é a santa Edwiges, junto com as plantinhas dela.
 Ao lado, coisas esperando o Mensageiro da Caridade. Esse ano não me mandaram cartão de aniver...hahaha Adoro eles, vem todos os meses aqui em casa buscar materiais recicláveis.
Obs.: Essências perfumadas, estavam na praia, usadas apenas para decoração. Algumas coisas ganhei.
 
CDs recebidos hoje do Vida Universal, com conteúdo sobre veganismo, mudanças climáticas, direitos animais e outros. Vou ripar e colocar no meu canal, para que todos possam conferir.


E por último, esqueci de colocar ontem, a salsinha secando... e o quadro de menina adolescente... todas essas coisas estão na lavanderia.
A área de serviço, que chamo de lavanderia, não precisa ser um lugar cheio de coisas sujas, com cheiro ruim. Pode ser um lugar bonito.
Tente ter poucas roupas para lavar, e não acumule lixo. Não é fácil, mas eu consegui. Com isso, pode-se plantar, ter mais espaço mesmo tendo um lugar pequeno como o meu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...