sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Uma punk girl que ouve Adoniran Barbosa


Minha camiseta do Cid Vicious, baixista da Sex Pistols. Ela sempre merece uma postagem... E também os meus lencinhos de cabelo.

Essa era minha pose de santa, toda vez que ia aparecer em uma foto quando era criança.
 A camiseta, toda remendada, comprei em um brechó...
 O punk é assim mesmo... faça você mesmo, invente, seja melhor.

Essas coisas de rótulos me tapam de nojo. Mas a gente vive de rótulos. São como as generalizações. Somos proibidos de fazê-las, mas não vivemos sem elas. Sou punk, sou rock, sou muito gótica, muito mesmo... e sou um bocado de outras coisas... mas não me prendo a nada não... menos ainda a roupas... Aliás isso é o que menos me define... por isso essas guriazinhas, puxa-sacas, que andam atrás de banda, nunca se identificaram comigo...hahahaha e que bom sabe...(alívio).
Uma vez, uma sem cérebro me perguntou por que eu não ia toda de preto nos shows de banda...
E não pense que os macharedo também não são chegados em modinhas idiotas, muitas vezes são os mais fanáticos nisso. Fui!

Para o início do ano, desapeguei de bolsas... não uso nada. Ah, bolsa não combina com nada, com minhas roupas não, não tem nada a ver com meu estilo...
Como o malandro, que não carrega pacote...
"Já falei pra você, que malandro não vacila
Já falei pra você, que malandro não vacila
Malandro não cai, nem escorrega
Malandro não dorme nem cochila
Malandro não carrega embrulho"
Já diz sabiamente Bezerra da Silva

A música do Bezerra também se refere a esse tipo de 'malandro' que se mete a intelectual, que se acha, o intelectual de sovaco, que não lê nada, mas que tem opinião pra tudo... 'crente que tá abafando'...mas não sabe é nada... é isso aí Bezerra. Você não pode falar que tem uma doença, uma opção, uma opinião e pronto, lá vem o 'malandro'...


 O Bob entrando no brinquedo dele...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...